A cor sempre fascinou a todos desde a antiguidade, sensações que nos causam e muitas vezes definir uma cor pode não ser fácil.
Mas no motociclismo, quando observamos uma moto na cor “verde”, aquele verde, raramente não nos vêem uma lembrança, é uma Kawasaki.
Na palheta de cores de fabrica existem outras cores em seus produtos, mas aquele verde é inconfundível.
Estimulante, versátil, simpático e renovador pode-se comentar sobre o que  esta cor nos passa, mas por que estou falando de cores e motos?
Pelo fato de que aconteceu em Santa Maria/RS o 1º Encontro da Confraria Kawasaki do RS.
A amizade começou pelo virtual e se estendeu ao real.
 Horário marcado para final de tarde de um sábado na cidade, dia ensolarado, devagarinho foram chegando as Kawas cada qual de algum local do estado.
O destino do final de semana reservou aquele bate papo desta turma que parecia ser uma amizade de longa data.
Não eram de longa data, apenas alguns, mas este é o efeito do motociclismo.
Quando nos reunimos é sempre assim, a língua é a mesma e para quem observa de longe, parecem justamente isso, grande amigos.
Na noite, rolou aquele Rock ‘n Roll clássico na Moto Garage, bar temático deste mundo que fascina a tantos na cidade de Santa Maria/RS.
Como as motos ficaram em repouso no hotel, rola um belo chopp para acompanhar os petiscos, fotos e o rock continua.
Alguns fazem de conta que são excelentes na sinuca e nós acreditamos, pela amizade.

 Domingo não decepciona, solzaço, alguns ficaram nos hotéis, mas fomos acelerar de boa em direção a Silveira Martins/RS, cidade pertencente a Rota Turística da 4º Colônia de Santa Maria/RS.


Os 30 km de percurso em uma estrada secundária tranqüila e agradável, muito verde e algumas curvas até finalizarmos em um restaurante tradicional da região com pratos típicos, o Val de Buia.


Antes disso, fotos e também a eleição de um mascote para a confraria. Brutus, um rottweiler que já estava conosco, propriedade de um dos nossos amigos na cidade.
Raça de cães protetores que estão sempre alerta tal qual as Ninjas e a Série Z, sempre prontas para serem levadas ao seu limite.
Boa mesa com queijos, salames, massas e após, alguns brindes para a turma.

Não falei dos participantes, não precisa, a boa lembrança fica em nossos sentimentos.
Com certeza nos cruzaremos de novo pois já estão sendo planejados novos encontros e os integrantes estão ai, nas estradas.
Boas vindas aos novos que resolverem se juntar a Confraria Kawasaki RS.
Foi o inicio.
A semente foi plantada por Lenon Vaz de Santiago/RS.

Let the good times roll.
Por Jerre Rocha

Deixe uma resposta